Olhar

O seu olhar tão profundo
como o mar no fim do mundo
penetra tão fundo na alma
que congela, aquece, acalma

O seu olhar tão sereno
mais ameno que o sonhar
faz amar o coração
e do amar, apaixonar

Olhar profundo, sereno
que cativa, que me espanta
e desfoca o mar e o mundo
e os reflete nesse olhar

Essa é a poesia que eu considero minha obra máxima, datada de primeiro de setembro de 2009, escrita entre as 11:30 e 12:00, mas pensada durante toda a noite precedente, para uma pessoa bem específica. Já deve estar na hora de torná-la pública.

4 Responses to “Olhar”

  1. Otavio Augusto Says:

    Vella O Romântico.

  2. Thadeu Says:

    e ela se comoveu ??

  3. ModaFocka Says:

    Acho q a felizarda gostaria mais de uma poesia assim:

    Whats up stupid bitch
    lick my balls and suck my dick
    Yo!!!

    C essa poesia não der certo, esfregue dinheiro na cara dela, q é isso q as mina curte. Esfregá grana na cara, hauahauhauhaauhu!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: