Sonho

Já está tarde agora
E estou eu com sono
Cansado por fora
Eu temo este sonho

Por temer o sonho
Que já começou
Ainda com sono
Dormir eu não vou

Que sonho mais belo
Surgiu de repente
E de tanto sê-lo
Ele ilude a gente

Por isso o medo
De ir descansar
Se tão perto chego
Dele despertar

Batizada agora, foi escrita na madrugada deste último sábado para domingo, sobre a mesa da sala, a caneta no bloco de anotações de um congresso de biologia que estava dando sopa por lá.

Não tinha gostado muito dessa poesia, achei difícil de entender no contexto específico. É difícil desenvolver um raciocínio usando redondilha menor. Mas relendo agora, achei até legalzinha, vista em um contexto mais amplo.

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: